Comerciante discorda de Eduardo Leite e defende doações

Política Nacional

Luiz Arthur Schneider, de 59 anos, é proprietário de um comércio no interior do Rio Grande do Sul. Ele expressou discordância em relação ao governador do estado, Eduardo Leite, que afirmou que a quantidade de doações provenientes de várias partes do país poderia impactar o comércio local. Essas informações foram divulgadas pelo UOL.

Segundo Schneider, “Para nós, é ótimo que a gente ganhe alguma coisa, como a cesta básica e tal. Nós vamos vender pra quem? Muitos dos nossos clientes perderam casas ou foram atingidos. Não tem como a gente vender na caderneta. [Os clientes] não têm como pagar conta e coisas assim.”

Nesta quarta-feira (15), o governador Leite utilizou as redes sociais para pedir desculpas pelo comentário. Ele esclareceu que houve um “enorme mal-entendido”. Leite destacou a importância das doações para ajudar na reconstrução do Rio Grande do Sul após a tragédia, mas também reconheceu a situação dos pequenos comerciantes.

Luiz Arthur e sua esposa, Rosely Schneider, de 58 anos, moraram em Roca Sales (RS) por 36 anos. Há dois anos, eles decidiram deixar o município devido a uma enchente. No entanto, o casal está na cidade para retirar a lama que invadiu a casa que alugaram para amigos.

Rosely explicou: “Aqui sempre teve enchente, mas a água nunca tinha chegado dentro de casa, como aconteceu no ano passado, e ultrapassado a casa, como aconteceu agora.”

Tanto Luiz Arthur quanto Rosely estão muito satisfeitos com o trabalho dos voluntários e com as doações recebidas. Além das cestas básicas, muitas pessoas também contribuíram com produtos de limpeza, e até mesmo voluntários vieram ajudar na limpeza da região.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *