A notícia de que o Partido dos Trabalhadores (PT) pediu ao Partido Comunista Chinês (PCCh) o financiamento da viagem e estadia de dois dirigentes petistas no país asiático causou polêmica.

A alegação do PT de que está com dificuldades financeiras foi questionada por alguns críticos, que apontam que a sigla gastou cerca de R$ 460 mil com os salários e despesas dos dois dirigentes nos últimos meses.

Outra crítica é que a viagem dos petistas ao PCCh reforça os laços entre os dois partidos, que já são considerados próximos.

O PT, por sua vez, defendeu a viagem, afirmando que ela foi importante para fortalecer as relações entre as duas siglas.

A sigla também disse que a solicitação de financiamento foi feita em caráter excepcional, devido às dificuldades financeiras do PT.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies