Invasões de terra disparam 313% no primeiro ano do governo Lula

Brasil

Um levantamento da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) revela um aumento significativo no número de invasões de terra no Brasil durante o primeiro ano do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Entre janeiro e dezembro de 2023, foram registradas 72 invasões de propriedades públicas e privadas, um aumento de 313% em comparação com as 23 ocorrências registradas em 2022.

Esse número também é superior ao total de invasões registradas durante os quatro anos do governo de Jair Bolsonaro (PL), quando foram contabilizadas 62 invasões entre 2019 e 2022.

Apesar do aumento das invasões, o líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stedile, declarou que 2023 foi o “pior ano da história” para o grupo em relação ao número de famílias assentadas, que é o objetivo das invasões.

Em um vídeo publicado no site do MST, Stedile disse que tinha muitas expectativas com o governo de Lula, mas que há falta de recursos para assentar famílias sem-terra.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *