O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, enfatizou nesta quinta-feira (31) que o cumprimento da meta de zerar o déficit primário em 2024 representa um desafio para o governo. Ele destacou que a equipe econômica está comprometida em reequilibrar as contas públicas, mesmo considerando as dificuldades que essa meta pode apresentar.

Haddad afirmou que a administração não está ignorando a complexidade da tarefa nem subestimando as dificuldades envolvidas. No entanto, ele reiterou o compromisso da área econômica em alcançar os melhores resultados possíveis nesse sentido, levando em consideração a participação e decisão do Congresso Nacional.

O ministro ressaltou que o aumento da arrecadação também é um desafio que precisa ser enfrentado. Ele destacou que as medidas necessárias para atingir esses objetivos podem não ser fáceis de serem aprovadas pelo Congresso, mas expressou confiança na equipe econômica e no compromisso de alcançar resultados consistentes para obter melhores resultados econômicos para o país.

As declarações de Haddad refletem o cenário desafiador que o governo enfrenta ao buscar equilibrar as contas públicas e lidar com as demandas do Congresso Nacional. O processo orçamentário envolve complexas negociações políticas e econômicas para garantir a sustentabilidade fiscal do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies