A senadora Damares Alves afirmou neste sábado (10), nas redes sociais, que votará contra a indicação de Cristiano Zanin para o Supremo Tribunal Federal

A senadora Damares Alves anunciou em suas redes sociais que votará contra a indicação de Cristiano Zanin para o Supremo Tribunal Federal. Ela argumentou que a nomeação do advogado de Lula viola o princípio constitucional da impessoalidade e, portanto, não pode aceitá-la. A senadora deixou claro que nada nem ninguém a fará mudar de ideia.

Damares Alves expressou a expectativa de que, caso Zanin seja confirmado pelo Senado com o apoio da maioria dos votos, ele se torne um juiz justo e imparcial. Segundo informações divulgadas por O Antagonista, Zanin tem buscado o apoio de líderes evangélicos para sua indicação ao Supremo Tribunal Federal.

Em publicação no Twitter, ela disse acreditar que a nomeação do advogado de Lula “fere o princípio constitucional da impessoalidade e, portanto, não posso aceitá-la”.Afirmou ainda que “nada nem ninguém” a fará mudar de ideia: “Por favor, não insistam!” “Pressupondo que o presidente da República tenha a maioria dos votos no Senado, o que possivelmente dará ao indicado a vitória, o que me resta, doravante, é orar para que Dr. Zanin nos surpreenda e se torne um juiz justo e imparcial.”

Como mostrou O Antagonista, Zanin tem procurado lideranças evangélicas para conseguir apoio em prol de sua indicação ao Supremo Tribunal Federal.

Bruno Rigacci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies