Nesta quarta-feira (13), o presidente Jair Bolsonaro disparou críticas contra a imprensa após reportagens apontarem a solicitação de compra, por parte das Forças Armadas, de milhares de comprimidos do remédio sildenafil, conhecido como viagra. Para Bolsonaro, a mídia age de má fé, já que o medicamento é utilizado em tratamentos de saúde.

As declarações ocorreram após notícias sobre o pregão para a compra de 35 mil unidades do viagra, que tem como uso principal o tratamento da disfunção erétil. No total, são 28 mil comprimidos destinados à Marinha, 5 mil destinados ao Exército e 2 mil à Aeronáutica.

As declarações de Bolsonaro ocorreram durante um café da manhã com pastores no Palácio da Alvorada.

– A gente apanha todo dia de uma imprensa que tem muita má fé e é ignorante também – ressaltou.

O presidente então explicou que o valor total dos comprimidos “não é nada” e é utilizado no combate à “hipertensão arterial” e no combate a “doenças reumatológicas”.

– As Forças Armadas compram o Viagra para combater a hipertensão arterial e, também, as doenças reumatológicas. Foram trinta e poucos mil comprimidos para o Exército, 10 mil para a Marinha e eu não peguei da Aeronáutica, mas deve perfazer o valor de 50 mil comprimidos. Com todo o respeito, isso é nada (…) A quantidade para o efetivo das três Forças, obviamente, muito mais usado pelos inativos e pensionistas – apontou.

Fonte: Pleno News