O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, agradeceu nesta sexta-feira (18) ao presidente Jair Bolsonaro por ele ter se prontificado a atendê-lo de madrugada e estando em outro país, quando houve o deslizamento em Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro. Até o momento o número de mortes confirmadas já chega a 120. Ainda há 116 pessoas desaparecidas.

Cláudio Castro também agradeceu ao prefeito de Petrópolis, Rubens Bomtempo, e ao ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, que também ajudou na força-tarefa de busca pelos desaparecidos e de atendimento à população afetada.

– Queria agradecer ao prefeito [de Petrópolis]; ao ministro Rogério Marinho, [por]que a gente se falou logo nas primeiras horas; ao senhor [presidente], que estava com um fuso horário [diferente, pois] devia ser madrugada onde o senhor estava, e o senhor me atendeu prontamente – disse o governador.

Bolsonaro visitou a região afetada pela tragédia nesta sexta-feira, mas, no dia em que o deslizamento aconteceu, ele estava na Rússia, para conversar com o presidente Vladimir Putin.

A diferença de fuso horário é de seis horas. O governador do RJ disse que chegou ao local do desastre por volta das 21h30 da noite. Logo, na Rússia, já eram 3h30 da madrugada.

Fonte: Pleno News