Pré-candidato do Podemos à Presidência da República, o ex-juiz Sergio Moro afirmou que deixaria a disputa caso surgisse um outro nome da chamada “terceira via” com melhores chances contra o ex-presidente Lula e contra o presidente Jair Bolsonaro nas eleições. A declaração foi dada na sexta-feira (11), quando Moro participava do Painel Folha Business. A informação foi dada pelo site Poder 360.

As últimas pesquisas eleitorais apontam Lula e Bolsonaro nas duas primeiras posições, com Moro em terceiro lugar. No entanto, a diferença do ex-ministro da Justiça para os dois primeiros colocados é bem grande.

Ao falar que poderia desistir da disputa, Moro ressaltou que o cenário era hipotético e lembrou que aparece em terceiro lugar nas pesquisas eleitorais. Além disso, ele ainda apontou que o importante são alianças.

– Aliança nesse momento que mais interessa é a com as pessoas, [a] sociedade civil e [o] setor privado – destacou.

Durante o evento, o ex-ministro da Justiça ainda afirmou que uma de suas vantagens em relação aos oponentes é que ele não tem o “rabo preso”.

– Você já fica refém, no início do diálogo, com as pessoas [com] que você está tratando. Você fica dependendo dos outros para não sofrer impeachment – apontou.

Fonte: Pleno News