Durante a sabatina que resultou na aprovação do ex-advogado-geral da União, André Mendonça, ao cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), na quarta-feira (1°), o senador Omar Aziz (PSD-AM), que foi presidente da agora extinta Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, decidiu defender o STF e afirmou que a Suprema Corte está apenas “abaixo de Deus”.

– [O STF] é o último andar de uma sociedade civil democrática. Abaixo de Deus, só o Supremo Tribunal Federal no Brasil. E, abaixo do STF, comparado ali, os Poderes Executivo e Legislativo – disse o senador.

 

A fala do senador eleito pelo estado do Amazonas foi duramente criticada por outros parlamentares e motivou até pedidos para que a população amazonense não reeleja o parlamentar, cujo mandato se encerra em 2023, nas próximas eleições para o Senado.

– Por favor, povo do Amazonas, deem o recado nas urnas; ano que vem e não permitam que esse sujeito possa voltar ao Congresso Nacional – escreveu o deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ).

Fonte: Pleno News