A decisão do presidente Jair Bolsonaro de se filiar ao Partido Liberal (PL) deve acarretar num aumento da bancada do partido na Câmara dos Deputados. Isto porque aliados do presidente que integram o PSL devem deixar a sigla e acompanhar Bolsonaro em seu novo partido.

De acordo com o portal Uol, lideranças do PSL informaram que entre 20 e 30 deputados devem deixar a sigla, que atualmente conta com 54 parlamentares.

O partido, no entanto, irá se fundir com o Democratas (DEM) e formar o União Brasil.

O evento de filiação de Bolsonaro ao PL está marcado para ocorrer no dia 22 deste mês. Antes de se decidir, o presidente chegou a revelar que, além do PL, também conversava com o Partido Progressista e com o Republicanos.

Fonte: Pleno News