Nesta terça-feira (26), Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos, disse que pretende lançar um serviço de streaming de vídeo para “competir com a programação criada pela ‘Big Tech’ e ‘Big Media’”.

O anúncio, feito pela empresa Trump Media & Technology Group, denuncia a “censura” e a “corrupção” das redes sociais. As informações são do portal UOL.

– Esta nova era de censura é um desastre para o nosso país – apontou Trump.

O ex-presidente americano também disse que “percebeu que, para restaurar a liberdade de expressão, é necessário entrar no mercado de uma nova grande plataforma”.

A respeito do serviço de streaming, Donald Trump afirmou que se trata de uma “Big Tent” na qual não haverá algoritmos ou manipulação política.

– Na semana passada, criei uma empresa para desafiar o domínio da Big Tech e da Big Media. Hoje quero explicar a vocês por que faço isso. Isso não é apenas política para mim, é para salvar o país – falou.

Segundo o republicano, a censura da Big Tech e a cultura de cancelamento “não são apenas antiamericanas e têm consequências reais no mundo”.

– Daí a necessidade de criar uma nova plataforma. Provavelmente sou o único na América com recursos, experiência e vontade para isso. Para desafiar a censura, estamos criando ‘Big Tent’, que será gratuita, vibrante e diversa como a América. O Truth Social é apenas o começo dos nossos planos – comunicou.

Trump, que foi banido de redes sociais como Facebook e Twitter, defende ainda que “não se pode confiar em um pequeno grupo de pessoas poderosas que pensam o mesmo e que esperam silenciar todos os que pensam de forma diferente”.

– Estou determinado a quebrar seu domínio sobre mídia, tecnologia e entretenimento.

Fonte: Pleno News