Pacheco condena tentativa de golpe na Bolívia após 2 semanas

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), manifestou sua condenação à tentativa de golpe militar ocorrida na Bolívia há duas semanas. Durante a abertura de uma sessão no Senado, Pacheco afirmou que, como Presidente do Congresso Nacional, o mais democrático dos Poderes, repudia qualquer ato que afronte a ordem constitucional.

Felizmente, a força da democracia boliviana prevaleceu, e a tentativa de golpe não teve sucesso. O episódio envolveu militares cercando o Palacio Quemado, sede do governo boliviano.

O ex-comandante geral do Exército da Bolívia, Juan José Zuñiga, organizou a ação, mas acabou sendo detido pela polícia após o fracasso da empreitada.

Bruno Rigacci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies