Bolsonaro após cortes de Lula: Pobre não vai comer sequer pescoço de frango

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) expressou sua insatisfação com os cortes anunciados pelo governo Lula (PT). Segundo Bolsonaro, devido a essas medidas, os mais vulneráveis enfrentarão dificuldades para se alimentar, chegando ao ponto de não conseguirem consumir sequer o pescoço de frango ou abóbora.

Bolsonaro fez essas críticas por meio das redes sociais, ironizando que os cortes só serão efetivados em 2025 para não prejudicar as eleições.

O debate sobre as políticas de assistência social e os impactos orçamentários continua a ser um tema relevante na arena política brasileira.

Bruno Rigacci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies