‘Faríamos tudo de novo, com mais intensidade’, diz Paulo Guedes

Economia

Em um evento em Nova Iorque, o ex-ministro da Economia, Paulo Guedes, reafirmou seu compromisso com as políticas econômicas implementadas durante sua gestão no governo do ex-presidente Jair Bolsonaro. Após a exibição do filme “Caminho da Prosperidade”, que resume suas ações e as de sua equipe, Guedes expressou que, se permanecesse no cargo, teria intensificado suas iniciativas.

Guedes defendeu a independência do Banco Central e a necessidade de mais concessões, além de reiterar seu apoio ao modelo de capitalização para a Previdência, uma proposta que não foi adotada durante o mandato de Bolsonaro. Ele argumentou que a capitalização é uma solução viável a longo prazo, citando o aumento da renda per capita no Chile como um exemplo do sucesso desse sistema.

O ex-ministro enfatizou a importância de basear as políticas econômicas em estudos e ciência, rejeitando o negacionismo econômico. Ele sugeriu que o descontentamento com os resultados da capitalização no Chile se deve ao fato de que as expectativas dos aposentados são maiores do que o que foi acumulado, o que justificaria um suplemento para complementar a aposentadoria.

A postura de Guedes reflete uma visão de continuidade e reforço das políticas econômicas que marcaram sua passagem pelo Ministério da Economia, com um olhar crítico para o futuro da Previdência no Brasil.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *