Câmara pode ouvir pesquisadora perseguida pela esquerda

Política Nacional

O deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) anunciou em suas redes sociais nesta terça-feira (14) que planeja submeter um requerimento à Câmara dos Deputados solicitando uma audiência com a jornalista Michele Prado. Prado, ela não integra mais o Monitor do Debate Político do Meio Digital, projeto do Grupo de Políticas Públicas para Acesso à Informação da USP (Universidade de São Paulo).

Nikolas Ferreira expressou que a audiência visa esclarecer as alegações de Prado sobre a existência de uma “milícia digital” supostamente associada à primeira-dama Janja. O deputado enfatizou a importância de investigar as denúncias de Prado, que incluem acusações de manipulação da opinião pública por meios de comunicação e a existência de um “gabinete do ódio”.

“Entrarei com um requerimento na comissão de comunicação para convidar a jornalista Michele Prado, para prestar esclarecimentos sobre suas alegações de: milícia digital criada pela 1ª dama, gabinete do ódio e manipulação da opinião pública realizada por meios de comunicação. É de máxima importância ouvir e trazer luz a essas denúncias”, declarou Ferreira.

A iniciativa do deputado surge em um contexto de crescente preocupação com a disseminação de desinformação e o impacto das redes sociais na política. A audiência proposta por Ferreira busca proporcionar um fórum para discussão e análise das questões levantadas por Prado.

A data para a possível audiência ainda não foi definida, e o requerimento está pendente de aprovação pela Câmara dos Deputados.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *