Cármen e Moraes votam a favor de Bolsonaro contra Janones

Política Nacional

O julgamento no STF (Supremo Tribunal Federal) que analisa a queixa-crime do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) contra o deputado-federal André Janones (Avante-MG) já possui dois votos em desfavor do parlamentar. Até o momento, votaram a ministra Cármen Lúcia e o ministro Alexandre de Moraes.

Bolsonaro acusa Janones de ter cometido injúria e calúnia contra ele ao chamá-lo de “miliciano ladrão de joias”, “bandido fujão” e “assassino”. O STF analisa se aceitará ou não a denúncia do ex-líder do Planalto.

Segundo informações do portal Metrópoles, Cármen Lúcia votou para que a Corte receba parcialmente a queixa-crime, por considerar que há provas de que Janones injuriou o ex-chefe do Executivo. Entretanto, ela não enxerga indícios de calúnia, pois, para isso, seria necessário que Janones tivesse imputado a Bolsonaro um fato específico definido como crime.

O voto da magistrada foi seguido por Moraes.

O julgamento foi iniciado nesta sexta-feira (10) e está previsto para se estender até o dia 17 de abril.

*Pleno News

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *