A Avenida Paulista será palco neste domingo (25) de um ato em favor do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). A segurança do evento será reforçada com cerca de 2 mil policiais militares, drones, câmeras fixas e móveis, além de equipes especializadas como força tática, tropa de choque e cavalaria.

Idealizado pelo pastor Silas Malafaia, o ato tem como objetivo defender Bolsonaro, que, segundo os organizadores, vem sofrendo ataques do Judiciário. A defesa do Estado Democrático de Direito também é uma das bandeiras do evento.

Estrutura do evento:

  • Dois trios elétricos serão utilizados.
  • O principal estará na transversal da Paulista, na altura do Museu de Arte de São Paulo (Masp).
  • Ao lado de Bolsonaro estarão figuras como os governadores Tarcísio de Freitas (SP), Ronaldo Caiado (GO) e Jorginho Mello (SC).
  • Um trio de apoio, sem estrutura de som, estará ao lado do principal para acomodar outros deputados e profissionais da imprensa.

Expectativa:

  • A expectativa é que de 10 a 15 autoridades discurssem no evento, que terá duração de até 1h30min.
  • O custo total está estimado entre R$ 90 mil e R$ 100 mil.

Contexto:

O ato acontece em um momento de tensão entre Bolsonaro e o Judiciário, especialmente o Supremo Tribunal Federal (STF). O ex-presidente tem feito críticas frequentes à Corte, e seus apoiadores pedem o fim das “investigações” contra ele.

Análise:

O ato pró-Bolsonaro na Paulista é mais um capítulo da polarização política que marca o Brasil. A segurança reforçada demonstra a preocupação com possíveis confrontos, e a presença de figuras políticas de peso indica a importância do evento para o bolsonarismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies