PF nega ter achado computador da Abin com Carlos Bolsonaro

Política Nacional

A Polícia Federal (PF) negou que tenha apreendido um computador da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) com o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). A informação foi divulgada pela jornalista Daniela Lima, da Globo News, mas foi desmentida pela PF e pelo advogado de Jair Bolsonaro, Fabio Wajngarten.

A PF afirmou que as buscas realizadas na residência oficial, no gabinete e na casa de Angra dos Reis do vereador não resultaram na apreensão de nenhum computador da Abin.

Wajngarten também desmentiu a informação de que o ex-presidente e seus filhos teriam fugido de barco antes da PF chegar na casa de Angra dos Reis. Segundo o advogado, Bolsonaro saiu para pescar com filhos e amigos bem antes de qualquer notícia da operação da PF.

A operação da PF foi motivada por uma investigação que apura a existência de um esquema de espionagem na Abin. Carlos Bolsonaro é investigado por suspeita de ter recebido informações privilegiadas da Abin sobre adversários políticos do presidente Jair Bolsonaro.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *