Ciro Gomes vira réu por chamar Damares de ‘bandida nazifascista’

Política Nacional

Ciro Gomes, ex-candidato à Presidência da República, foi denunciado por calúnia, injúria e difamação por chamar a senadora Damares Alves de “bandida nazifascista”. A denúncia foi aceita pela 3ª Vara Criminal do Ceará.

Ciro fez a declaração em uma entrevista em maio de 2020, acusando Damares de utilizar a estrutura do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos para financiar “o ativismo nazifascista”.

Damares, que na época era ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, entrou com uma queixa-crime contra Ciro. A Justiça determinou uma audiência de conciliação, que não resultou em um acordo.

Com a decisão da Justiça, Ciro terá dez dias para apresentar sua defesa.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *