Mãe de jovem sequestrado pede que Lula entre em favelas

Cidades

Célia Regina Oliveira, mãe de Paulo Victor Vieira de Souza, de 16 anos, adolescente sequestrado em Brás de Pina, Zona Norte do Rio, fez um apelo para que as autoridades autorizem uma operação policial nas comunidades do Quitungo e do Guaporé.

Paulo Victor foi levado por criminosos armados próximo à estação de trem de Brás de Pina no último dia 14. Desde então, a família não tem notícias do jovem.

Em um desabafo, Célia Regina disse que está “vivendo um verdadeiro inferno”. “A Polícia Civil precisa subir no morro para encontrar o meu filho, mas eles não fazem isso, dizem que precisam de ordem superior. Seja quem for a pessoa que precisa autorizar, governo estadual ou federal, que liberem logo. Eu não como, não durmo, estou vivendo uma tortura”, afirmou.

Na última segunda-feira (22), familiares e amigos de Paulo Victor fizeram uma manifestação em frente à 38ª DP (Brás de Pina), na tentativa de receberem um posicionamento dos investigadores que atuam no caso. O grupo levou faixas, cartazes e camisas personalizadas fazendo apelo ao presidente Lula.

Fátima Oliveira, irmã do adolescente, disse que ninguém saiu para atendê-los. “Eles não entraram na comunidade, não fizeram perícia. Na delegacia não tem delegado para falar com a gente. Chegamos aqui 10h e nada até agora”, disse Fátima.

A Polícia Civil informou que as investigações estão em andamento e que não vai comentar o caso.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *