Foi preso, no último sábado (2), um dos responsáveis por operar um drone que jogou um líquido fedorento em militantes de um evento que teve a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O homem foi identificado como Rodrigo Luiz Parreira, de 38 anos.

Rodrigo é agropecuarista. As informações são do portal Metrópoles.

O líquido foi jogado nos militantes petistas no dia 15 de junho, em Uberlândia (MG). Além de Lula, o pré-candidato ao governo de Minas Alexandre Kalil (PSD) também estava no evento.

O pedido de prisão feito pelo Ministério Público (MP) foi aceito pela Justiça porque há indícios de que Parreira tenha adulterado documentos para tirar um registro de Colecionador, Atirador e Caçador (CAC) e comprar armamento de forma irregular.

Além de Parreira, Charles Wender Oliveira Souza e Daniel Rodrigues de Oliveira foram presos em flagrante após o ato. No entanto, eles foram liberados e poderão responder em liberdade.

Fonte: Pleno News