A pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência ganhou o apoio de mais um opositor. Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo publicada nesta sexta-feira (13), o ex-senador Aloysio Nunes, do PSDB, diz que irá votar no petista e que, inclusive, vai fazer campanha para ele.

O ex-senador explicou que a disputa é entre “a democracia e o fascismo”.

– O segundo turno já começou e eu não só voto no Lula como vou fazer campanha para ele no primeiro turno. Não existe essa de terceira via, só existem duas: a da democracia e do fascismo. Se quisermos salvar o Brasil da tragédia de Bolsonaro, teremos de discutir o que vamos fazer juntos – ressaltou.

Para Aloysio Nunes, um dos figurões do PSDB, a pré-candidatura de João Doria à Presidência fracassou.

– Chegou-se a esse dilema no PSDB porque o partido não tem unidade interna para lançar um candidato a presidente da República. Num período de grande turbulência e exacerbação de Bolsonaro, não foi capaz de dar nenhum sinal claro para o eleitorado. Então, desapareceu no cenário político. Sumiu – ressaltou.

Fonte: Pleno News