Apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) realizaram uma manifestação durante o encerramento da viagem do petista ao estado de Minas Gerais, nesta quarta-feira (11). Na ocasião, foi estendida uma faixa que pedia a reformulação da Constituição durante um eventual governo do ex-presidente.

O ato ocorreu durante uma plenária popular do Partido dos Trabalhadores realizada em Juiz de Fora, mesma cidade onde o presidente Jair Bolsonaro (PL) sofreu o atentado à faca durante sua campanha em 2018.

Lula iniciou sua viagem a Minas Gerais na última segunda (9). Além de Juiz de Fora, ele esteve em Belo Horizonte e Contagem, onde participou de atos políticos. Os eventos foram os primeiros desde o lançamento de sua pré-candidatura à Presidência, no domingo (8).

Nos atos, Lula fez discursos voltados para a militância, com críticas ao presidente Jair Bolsonaro, e pouco aprofundamento sobre possíveis alianças mineiras.

O PSD lançou o ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, candidato ao governo do estado prometendo apoiar o PT; contudo, o partido pode acabar abraçando a campanha de Bolsonaro. Isso devido à falta de acordo com o partido de Lula.

A discórdia tem origem na disputa pelo Senado. O PSD lançará o atual senador Alexandre Silveira, já o PT pretende optar pelo deputado federal Reginaldo Lopes como seu candidato. O partido de Kalil deixou claro que só fará uma aliança com Lula na corrida Presidencial em troca de apoio ao Senado.

Fonte: Pleno News