A pesquisa de intenção de voto para presidente, divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) nesta terça-feira (10), apontou uma queda acentuada na diferença entre o ex-presidente Lula (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL). De acordo com os números desta terça, a vantagem do petista sobre o atual líder caiu de 14 para oito pontos percentuais.

Na pesquisa anterior, divulgada em fevereiro, Lula estava com 42,2%, enquanto Bolsonaro tinha 28%. Já nos novos números, o petista aparece com 40,6% e Bolsonaro com 32%. Os dados em questão são relacionados à pesquisa estimulada, que é quando a lista de concorrentes é apresentada aos entrevistados.

Além de Lula e Bolsonaro, a pesquisa ainda inclui Ciro Gomes (PDT), com 7,1%; João Doria (PSDB), com 3,1%; André Janones (Avante), com 2,5%; Simone Tebet (MDB), com 2,3%; e Felipe d’Avila (Novo), com 0,3%. Os votos nulos e brancos somaram 5,1%, e os indecisos totalizaram 7%.

No levantamento espontâneo, quando a lista de candidatos não é apresentada aos entrevistados, a vantagem de Lula sobre Bolsonaro é ainda menor, de apenas seis pontos percentuais. Com 33,4%, Lula aparece na pesquisa como o primeiro colocado. Bolsonaro, por sua vez, conquista 27,3% do eleitorado. Na comparação com fevereiro, Bolsonaro subiu 2,9 pontos e Lula caiu 0,6.

A pesquisa, que foi contratada pela CNT e realizada pelo Instituto MDA, ouviu 2.002 pessoas presencialmente, em 137 municípios de 25 estados, entre os dias 4 e 7 de maio. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, com índice de confiança de 95,6%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-05757/2022.

Fonte: Pleno News