Nesta sexta-feira (29), apoiadores do presidente Jair Bolsonaro reagiram a uma resposta que ele deu ao ator Leonardo DiCaprio. Usuários do Twitter elogiaram a postura do chefe do Executivo e lançaram a #MitadaNoDiCaprio.

O artista americano foi rebatido por Bolsonaro após ter usado as redes sociais para pedir que seus seus seguidores brasileiros de 16 e 17 anos tirem o título de eleitor. Além de citar o prazo definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a regularização do documento necessário para participar das eleições, DiCaprio destacou a importância do Brasil para o mundo por abrigar a maior parte da floresta amazônica. A publicação de DiCaprio foi feita na quinta-feira.

– O que acontece lá [no Brasil] é importante para todos nós, e o voto dos jovens é fundamental para impulsionar a transição para um planeta saudável – publicou o ator.

Bolsonaro respondeu o astro, com uma mensagem em inglês.

– Obrigado pelo apoio, Léo! É muito importante ter todos os brasileiros votando nas próximas eleições. Nosso povo decidirá se quer manter nossa soberania na Amazônia ou ser governado por bandidos que servem a interesses especiais estrangeiros. Bom trabalho em The Revenant – escreveu o presidente brasileiro.

Em outra publicação, Bolsonaro lembrou ainda um episódio de 2019, quando o artista usou uma foto errada para ilustrar incêndios florestais no Brasil.

– A propósito, a foto que você postou para falar sobre os incêndios florestais na Amazônia em 2019 é de 2003. Tem gente que quer prender brasileiros que cometem esse tipo de erro aqui em nosso país. Mas sou contra essa ideia tirânica. Então, eu te perdoo. Abraços do Brasil – declarou.

O ator de Titanic não é o primeiro a tentar usar sua popularidade para “intervir” nas eleições brasileiras. Nesta semana, o ator Mark Ruffalo, que interpretou o super-herói Hulk nos cinemas, também se manifestou sobre o assunto, segundo informações do Estadão.

      

Fonte: Pleno News