Nesta terça-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro disparou novas críticas ao PL das Fake News durante um discurso no Palácio do Planalto. De acordo com ele, a provação da proposta iria criar um monstrengo.

Os deputados chegaram a votar um requerimento de urgência para a proposta na semana passada, mas a urgência acabou não sendo aprovada por ter conseguido apenas 249 dos 257 votos necessários. Caso fosse aprovada, o PL seria analisado diretamente no plenário da Casa.

Ao criticar a votação, Bolsonaro lembrou que a esquerda votou unida.

– Toda a esquerda votou unida. PT, PCdoB, PSol votou sim pela urgência. Toda a esquerda. Alguns parlamentares, de outros partidos, ainda bem que não foi a maioria, são partidos que têm compromisso com a liberdade, compromisso com a Carta Magna, votaram sim à urgência. O que ia nascer dali? Um monstrengo – ressaltou.

O presidente também apontou que o relator é um deputado do PCdoB.

– O recado que eu posso dar: só pelo relator, deputados e deputadas, é para rejeitar o projeto. O relator é do Partido Comunista do Brasil. Vocês acham que vem alguma coisa boa de parlamentar do PCdoB, ou do PSol ou do PT? – indagou.

Fonte: Pleno News