O vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos) disse acreditar em uma liderança do presidente Jair Bolsonaro (PL) nas pesquisas de intenção de voto para o Planalto a partir do início do segundo semestre deste ano. A declaração foi dada por ele em uma entrevista concedida ao site O Antagonista.

– Até junho ou julho, o presidente vai estar à frente das pesquisas – ressaltou.

Questionado sobre os cenários que apontariam uma derrota de Bolsonaro em um eventual segundo turno, Mourão lembrou que, “em 2018, as pesquisas também mostravam isso e Bolsonaro não ganhava nem do Tio Patinhas”. Além disso, o vice-presidente destacou que a diminuição das restrições da pandemia de Covid tem ajudado na evolução do chefe do Executivo nas pesquisas.

– Com a vida voltando ao normal, as pessoas tendem a ter menos raiva do que está acontecendo em volta – afirmou.

Outro ponto que, segundo o vice-presidente, estaria ajudando Bolsonaro, seria o fato de que “Lula saiu da moita, depois de passar muito tempo jogando parado”. Na avaliação de Mourão, as declarações do petista estariam contribuindo para o atual presidente.

– Agora, a turma precisa ficar corrigindo as declarações do Lula o tempo todo. Então, não foi apenas um fator, mas todo um conjunto de coisas que acabaram ajudando o Bolsonaro – completou.

Por fim, Mourão disse acreditar que, com a saída do ex-juiz Sergio Moro da disputa presidencial, os votos que seriam dados para o ex-ministro da Justiça “vieram para o presidente Bolsonaro”. Para o vice-presidente, a terceira via não conseguirá obter sucesso, pois conta com figuras que “são pouco conhecidas da população brasileira”.

Fonte: Pleno News