O deputado federal Daniel Silveira (União Brasil-RJ) foi ao Palácio do Planalto na manhã desta quinta-feira (31). Questionado por jornalistas se já estaria utilizando a tornozeleira eletrônica determinada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), o parlamentar, que se comprometeu nesta quarta a utilizar o aparelho, negou.

Silveira foi visto na porta de um elevador do Planalto e não informou com quem se reuniria, mas negou que o encontro fosse com o presidente Jair Bolsonaro (PL). O chefe do Executivo ainda não chegou ao palácio.

Após descumprir reiteradamente as decisões de Moraes, Daniel Silveira recuou e disse que colocaria a tornozeleira eletrônica. Assim, deixaria a Câmara dos Deputados, onde havia se refugiado para evitar a determinação, e dormiria em casa. O magistrado determinou multa de R$ 15 mil por dia em caso de novo descumprimento, o que levou o parlamentar a ceder.

*AE

Fonte: Pleno News