O senador Omar Aziz (PSD) tem demonstrado resistência à ideia de seu partido lançar uma candidatura alternativa a de Lula e Jair Bolsonaro para a Presidência. Para o parlamentar, as articulações lhe são “indiferentes”, pois seu apoio já está destinado ao ex-presidente Lula.

– Minha posição já foi colocada lá atrás. Podem fazer cem reuniões, podem entrar cem pessoas no partido, para mim está sendo indiferente, meu candidato é o Lula – afirmou, taxativo, segundo informações da revista Veja.

A ideia do dirigente do Partido Social Democrático (PSD), Gilberto Kassab, era lançar o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, como candidato ao Planalto, mas o parlamentar anunciou sua desistência na última quarta-feira (9). Com a negativa de Pacheco, Kassab passou a negociar em torno do nome do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB).

Aziz, entretanto, sequer quis participar da reunião em que seus colegas discutiram a possível filiação do governador, também na última quarta-feira.

O PSD possui diferentes alas ideológicas. Enquanto Aziz e alguns dos outros senadores da legenda são simpático à candidatura de Lula, parte da bancada da sigla na Câmara é alinhada ao presidente Jair Bolsonaro.

Fonte: Pleno News