Neste domingo (6), o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, rebateu um discurso do Partido dos Trabalhadores sobre a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e as eleições de 2018. Durante viagem ao Ceará, Moro afirmou que “foi a roubalheira da Petrobras” que o tirou da disputa em 2018.

De acordo com o ex-juiz, responsável por condenador o petista antes das eleições, Lula “tem a responsabilidade por aquilo que ele fez durante o governo do PT”.

– É um fato histórico que a Petrobras foi saqueada durante o governo do PT. Não entendo muito bem essa obsessão pelo Lula. Ele foi mais um ali que foi condenado num grande esquema de corrupção – destacou.

Moro viajou para a cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, e visitou a estátua de padre Cícero.

– Foi muito oportuno, muito feliz a vinda aqui para também nós prestarmos as homenagens necessárias ao padre Cícero, que como sabemos é uma figura tão amada, não só aqui no Ceará, mas em todo o Nordeste – apontou em vídeo publicado pelo ex-ministro nas redes sociais.

Fonte: Pleno News