Após a notícia de que o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse a Polícia Federal (PF) que o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), tentou comprar sua casa, o magistrado se manifestou. Em nota enviada a imprensa, gabinete do ministro informou que Lewandowski chegou a visitar duas casas no condomínio, mas que nenhuma delas pertencia a Weintraub.

A declaração de Weintraub ocorreu durante seu depoimento à PF após determinação do ministro Alexandre de Moraes. investigação trata de uma entrevista dada por Weintraub onde teria concedido “informações falsas acerca da atuação do STF e de condutas relacionadas a um de seus membros”.

Aos agentes, o ex-ministro da Educação informou que o suposto interesse da compra foi revelado pelo advogado Auro Hadano Tanaka. A residência fica localizada no bairro de Jardim Cordeiro, em São Paulo.

Weintraub disse ainda que só citou o episódio “por entender que seria um fato anedótico e curioso” e que “tinha lhe causado mal-estar, pois sua casa sequer estava à venda”.

Em nota, no entanto, o “Gabinete do Ministro Ricardo Lewandowski informa que, por intermédio de uma corretora imobiliária, o ministro visitou duas casas no referido condomínio em São Paulo, as quais estavam à venda, mas nenhuma delas de propriedade do depoente”.

Fonte: Pleno News