Agora, em fevereiro, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) terá uma “decisão difícil” a tomar: decidir entre disputar o governo do Amapá ou aceitar o convite do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para ingressar em sua campanha.

O convite foi feito pelo próprio Lula durante um encontro entre os dois ocorrido em 21 de janeiro. Na ocasião, Lula afirmou que o senador seria “muito mais útil” para o Amapá e para o Brasil ingressando um eventual governo do PT, de acordo com o próprio Randolfe.

De acordo com o site O Antagonista, caso Randolfe aceite o convite de Lula, ficará responsável por coordenar a campanha do petista na Região Norte do país e ainda irá participar nas discussões sobre o programa de governo.

– São duas tarefas desafiadoras, tanto ajudar na campanha quanto ser candidato ao governo – disse o senador.

Fonte: Pleno News