Após a TV Globo confirmar três casos de Covid-19 entre os participantes do Big Brother Brasil 22 (BBB22), o vereador Carlos Bolsonaro, do Rio de Janeiro, ironizou a situação. Em sua conta do Twitter, ele questionou se a emissora não iria pedir para cancelar a atração e mencionou o “passaporte” de vacinação.

A informação foi confirmada pela Globo nesta quarta-feira (12), cinco dias antes da estreia do programa. Em nota, a emissora informou que os três participantes com Covid-19 irão entrar na casa após a estreia, quando tiverem cumprido o isolamento necessário.

Ao comentar a situação, Carlos lembrou de medidas de isolamento adotadas no passado.

– Não vão pedir pra cancelar? E o tal passaporte? Só se impede o humilde trabalhador de trazer sustento para a mesa da casa de sua família e se espanca velhinhas na praça! – ressaltou.

O vereador também sugeriu que a Globo teria “regalias”.

– Já a “emissora queridinha” de certo ex-presidiário ou de um tal sem testosterona sempre funcionou e, pelo jeito, continuará a todo vapor! Só não entende quem não quer, porque está tudo muito na cara! – apontou.

Apesar do zelo, a TV Globo enfrenta um surto interno de Covid-19 que não está perdoando nem os figurões da emissora.

A apresentadora Renata Vasconcellos, do Jornal Nacional, testou positivo para o vírus e foi afastada do telejornal. Seu companheiro de bancada, William Bonner, chegou a ser colocado em isolamento e substituído às pressas, mas exames apontaram que ele não está infectado; sendo assim, Bonner já retornou ao noticiário.

Fonte: Pleno News