O ator Thiago Gagliasso revelou que tem cogitado vir como candidato a deputado estadual pelo Rio de Janeiro nas próximas eleições. O ingresso na vida política seria, de acordo com ele, uma resposta aos pedidos que têm recebido de seus fãs.

– Meu público não está me cobrando [voltar para o] teatro. Acho que eles estão encontrando em mim um representante para, quem sabe, ser um possível candidato em 2022. Isso eu posso falar de uma forma bem séria, porque tenho sido cobrado pelas pessoas na internet – declarou ele, durante entrevista ao portal Metrópoles.

Diferente de seu irmão, Bruno Gagliasso, Thiago é partidário da gestão do presidente Jair Bolsonaro. Para ele, sua eventual candidatura não seria motivo de orgulho para Bruno, com quem sofreu uma “ruptura total” devido as opiniões políticas contrárias.

– Eu nunca sonhei em me candidatar, nunca foi um objetivo meu. Mas, a partir do momento em que eu consigo ter uma voz e representar as pessoas que estão me empurrando para essa candidatura, posso me colocar à disposição. Não estou me declarando pré-candidato, mas não é uma possibilidade que estou excluindo – acrescentou.

Thiago explicou ainda que sua escolha pelo cargo de deputado estadual se deve à necessidade que sente de ganhar mais experiência na vida pública. Ele ainda lembrou de sua vivência na secretaria de Cultura do Rio de Janeiro, ao lado de Mario Frias.

– Eu viria como deputado estadual, preciso de experiência. A experiência que eu tive na máquina pública em 2019 foi muito válida, um ano na secretaria [de Cultura do Rio de Janeiro] aprendendo. E aqui, sendo esse estagiário de luxo do Mario [Frias], onde eu falo: “Vambora, me explica tudo”. Eu sou um cara que fala: “Ó, se eu fizer uma pergunta idiota, me perdoa”. Eu acho que burro é quem não pergunta. Fico descobrindo tudo, vendo a máquina pública de perto. O estudo da prática é o melhor do mundo. Estou torcendo por um Brasil melhor, sem muito mimimi – assinalou.

Fonte: Pleno News