Neste sábado (6), o presidente Jair Bolsonaro disse que não ficará eternamente na Presidência da República. Depois de participar de uma motociata com apoiadores, no Paraná, ele afirmou que só poderá permanecer por dois mandatos.

– O meu limite são oito anos – declarou.

O chefe do Executivo lembrou ainda que quem for eleito em 2022 indicará dois ministros para o Supremos Tribunal Federal (STF). As informações são do portal Metrópoles.

– Alguns querem que eu dê um cavalo de pau, não dá. A renovação existe. Um dia a prefeita [de Ponta Grossa] vai nos deixar, eu também, o vice… E no Judiciário também tem renovação. Quem se eleger presidente no ano que vem, indicará dois ministros para o Supremo no início de 23. A gente vai mudando, vamos oxigenando. E nós não podemos ficar eternamente no poder, isso não é bom. O meu limite são oito anos – acrescentou.

Fonte: Pleno News