O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta está avaliando a possibilidade de disputar uma vaga no Senado pelo Mato Grosso do Sul, em 2022.

Uma entre as muitas possíveis opções da chamada terceira via, o ex-ministro deverá deixar de lado a corrida ao Planalto. O União Brasil, partido de Mandetta, deverá ter outro candidato à Presidência, com a fusão entre o DEM e o PSL.

No entanto, até mesmo para o Senado, Mandetta poderá ter um obstáculo. A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, do mesmo partido, é tida como favorita na disputa pelo Senado no MS. Ela teria recebido convites do Republicanos, PP e PL para se filiar. No entanto, estaria aguardando a definição sobre a futura filiação de Bolsonaro antes de definir para qual partido irá.

Mandetta disse a aliados em Campo Grande que a única possibilidade que não considera é a de concorrer a deputado federal, cargo que ocupou entre 2011 e 2019.

Fonte: Pleno News