Após uma determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), o YouTube suspendeu o canal Artigo 220. O perfil tinha os direitos de transmissão do canal Terça Livre, do jornalista Allan dos Santos. A informação foi dada pelo site Poder 360.

Usuários que tentarem entrar no canal encontram a mensagem “este canal não está disponível em seu país”. De acordo com o site, a suspensão vale apenas para usuários que residem no Brasil.

Allan é alvo de um pedido de prisão e de extradição de Moraes. O ministro atendeu a um pedido da Polícia Federal (PF). De acordo com ele, o órgão “apresentou indícios fortes, plausíveis e razoáveis da vinculação do representado Allan Lopes dos Santos à prática de diversos crimes”.

O jornalista é alvo de dois inquéritos no STF: um que investiga a suposta divulgação de fake news e ataques a ministros da Corte e um outro que aponta a possível atuação de uma “milícia digital” que estaria conspirando contra a democracia. Ele atualmente reside nos Estados Unidos.

Fonte: Pleno News