Após divergências acerca do relatório final da CPI da Covid, senadores da cúpula, o G7, continuam a se queixar de Renan Calheiros (MDB-AL), relator da comissão. De acordo com o colunista Igor Gadelha, do Metrópoles, parlamentares apontam que colegas foram “rifados” por Renan perante a opinião pública.

O texto prévio do relatório final, que não tinha consenso no grupo, foi vazado para imprensa no último fim de semana. A responsabilidade do vazamento caiu sobre Calheiros, embora o mesmo negue, mesmo achando que “foi bom”.

O colunista ouviu alguns integrantes do G7, que afirmaram que Renan colocou senadores independentes e da oposição em uma saia justa perante seus eleitores, por terem de vir a público defender que o relator “aliviasse” para Bolsonaro no parecer. O chefe do Executivo seria acusado de genocídio, crime que fora retirado posteriormente.

Para os senadores da cúpula, o emedebista deveria ter feito isso antes do vazamento do relatório.

Fonte: Pleno News