O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) falou sobre sua descrença na construção de uma terceira via para o Brasil nas eleições de 2022.

– Não tem condição. No Brasil nunca houve isso – afirmou em entrevista ao Jornal O Globo.

Ao analisar as últimas eleições presidenciais, Lira avaliou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é um “player importante” no pleito do próximo ano. Apesar de não declarar explicitamente, Lira sugere que a disputa de 2022 deve ter protagonismo petista também.

– Foi Collor e Lula (em 1989), depois anos de Lula contra o PSDB e a Dilma também (contra o PSDB). E, em 2018, o Bolsonaro substitui o PSDB na disputa com o PT. O PT está sempre lá. Por que não estaria nessa? – questionou.

Questionado sobre o impeachment do presidente Jair Bolsonaro, Lira reforçou que falta circunstância para aprovar, nas palavras dele “falta um conjunto de coisas”.

O parlamentar defende que a não aprovação de pedido de impeachment não “falta com respeito” com nenhuma vítima da Covid-19 no Brasil.

– 499 mil, 501 mil, são todas significativas como uma vida. Pelo amor de Deus! O que estou dizendo é que o impeachment não é feito só disso – ponderou.

*Com informações da AE

Fonte: Pleno News