MST admite que tentou impedir direito de ir e vir de Bolsonaro

Em um vídeo divulgado por militantes, um representante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) expressou a posição do grupo em relação à visita do ex-presidente Jair Bolsonaro a Parauapebas, no Pará. Segundo o militante, o MST não aceita a presença de Bolsonaro no município.

O bloqueio ocorrido na Rodovia PA-275, que impediu a entrada do ex-presidente na cidade, foi atribuído ao MST. Bolsonaro relatou a situação à coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo, afirmando que estava retido próximo a Parauapebas devido ao bloqueio.

Agentes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros foram acionados para dispersar o protesto, que envolveu objetos incendiados na pista. A viagem de Bolsonaro pelo Pará visa o lançamento de pré-candidatos do PL a prefeituras no estado.

Ficaremos atentos a novos desdobramentos e informações sobre essa situação.

Bruno Rigacci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies