Anatel investiga Starlink, após falas de Musk contra Moraes

Política Nacional

A Anatel iniciou uma investigação sobre a expansão dos serviços de internet via satélite da Starlink, empresa de Elon Musk, no Brasil. Este movimento ocorre após Musk criticar o ministro do STF Alexandre de Moraes, chamando-o de “ditador do Brasil” em sua rede social X. O conselheiro da Anatel, Alexandre Freire, solicitou um levantamento de dados sobre as autorizações de exploração de órbita de radiofrequências via satélites concedidas à Starlink.

Embora as críticas de Musk tenham sido mencionadas, Freire esclarece que a investigação é motivada por preocupações com a concorrência e a sustentabilidade ambiental, e não pelas declarações do empresário. A Anatel observou um aumento significativo nos acessos à banda larga via satélite da Starlink, de 57,6 mil em maio de 2023 para 149,6 mil em fevereiro de 2024, especialmente nas regiões da Amazônia e do Centro-Oeste. A operação da Starlink no Brasil foi autorizada até março de 2027, e a empresa já possui mais de 150 mil clientes.

Os resultados da investigação serão encaminhados a Freire, que também preside o Comitê de Infraestrutura da Anatel.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *