Após enxurrada de pedidos, FAB atende Pablo Marçal sobre doação

Cidades

Apesar da boa intenção do empresário Pablo Marçal, a Força Aérea Brasileira (FAB) não pôde atender ao seu pedido de transportar 20 toneladas de doações de Portugal para o Rio Grande do Sul. O motivo, segundo o comandante da FAB, tenente-brigadeiro do ar Marcelo Kanitz Damasceno, seria a inviabilidade logística:

  • Tempo: Levar e buscar as doações em Portugal demandaria 35 horas de voo, tempo que a FAB poderia usar para transportar mais de 150 toneladas de doações dentro do Brasil.

Solução alternativa:

  • Força Aérea Portuguesa: Diante da situação, o Tenente-Brigadeiro Damasceno entrou em contato com o General João Cartaxo Alves, comandante da Força Aérea Portuguesa, que se prontificou a enviar as doações para o Rio Grande do Sul.
  • Ação conjunta: A FAB está colaborando com a Força Aérea Portuguesa para agilizar a entrega das doações.

Agradecimento:

  • Pablo Marçal: O empresário agradeceu ao Tenente-Brigadeiro Damasceno pela prontidão em ajudar e pelas informações repassadas ao Estado Maior da FAB.
Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *