Lula volta a criticar privatização da Eletrobras: “Escárnio”

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou a privatização da Eletrobras, realizada pelo governo Bolsonaro, em um discurso proferido em Salvador, na Bahia, nesta quinta-feira (18).

Lula chamou a medida de “escárnio” e disse que ela foi prejudicial para o país. O petista lamentou a retrocessão em um setor essencial para o desenvolvimento econômico.

“Este país já poderia estar consagrado como a quinta economia do mundo há muito tempo. Mas há muita gente nesse país que teima em retroceder. A privatização da Eletrobras, por exemplo. A privatização da Eletrobras, as pessoas não gostam que se fale, mas foi um escárnio nesse país o que se fez num setor estratégico como o setor de energia”, disse Lula.

O presidente também abordou a intenção do governo em retomar os investimentos na Refinaria Abreu e Lima, localizada em Pernambuco. Construída durante o governo petista, a refinaria nunca entrou em operação.

Lula prometeu colocar a refinaria em funcionamento para criar um setor de energia robusto e assim garantir segurança energética, desenvolvimento e crescimento econômico.

“Nós vamos retomar a refinaria Abreu e Lima. Nós vamos colocar essa refinaria para funcionar. Não dá para falar de segurança energética, de desenvolvimento, de crescimento econômico se a gente não tem um setor de energia forte”, declarou o político.

Bruno Rigacci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies