Camila Moreno, membro da direção executiva nacional do PT, criticou a escolha de Ricardo Cappelli como novo secretário-executivo do Ministério da Justiça. Em suas redes sociais, ela afirmou que Cappelli era “antipetista e antiLula” até pouco tempo atrás.

Moreno reconheceu que Cappelli fez um bom trabalho sob o comando de Dino e Lula, mas ressaltou que ele era um “militante antipetista e antiLula inveterado” há menos de cinco anos. Ela defendeu a decisão de Lula de escolher Ricardo Lewandowski para o cargo de ministro da Justiça, afirmando que ele é mais experiente e confiável.

Lewandowski foi anunciado oficialmente como novo ministro da Justiça nesta quinta-feira (11). Ele assumirá a pasta em 1º de fevereiro. Já Flávio Dino, que deixará o comando da Justiça, assumirá uma cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 22 de fevereiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies