Moraes oferece apoio ao padre Julio Lancellotti, alvo de CPI

Cidades

Em entrevista à CNN Brasil, o padre Julio Lancellotti informou que recebeu uma ligação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), lhe oferecendo apoio.

De acordo com o religioso, Moraes disse estar coletando informações sobre a possível abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que irá investigar as ONGs que atuam na Cracolândia, região central de São Paulo.

– Ele [Moraes] disse que está juntando todas as informações, e para isso, também ia conversar com o presidente da Câmara de São Paulo – disse o padre.

E continuou:

– [Moraes disse que] manifestava apoio e solidariedade, e, naquilo que fosse necessário, que nós o acionássemos.

ENTENDA O CASO
A Câmara Municipal de São Paulo deverá abrir uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar organizações não governamentais (ONGs) que atuam na região da Cracolândia. Entre os nomes de pessoas atuantes na região que possivelmente serão convocadas a depor está o do padre Julio Lancellotti.

O religioso está na linha de frente dos trabalhos sociais da Arquidiocese de São Paulo, atuando com moradores de rua que circulam pelo Centro da capital paulista.

A proposta para convocar o padre é do vereador Rubinho Nunes (União Brasil), um dos cofundadores do Movimento Brasil Livre (MBL). Segundo ele, o padre Julio Lancellotti e “muitos outros lucram politicamente com o caos instaurado na Cracolândia”.

– A CPI que estou instaurando na Câmara Municipal de São Paulo vai investigar toda essa máfia da miséria que se perpetua no poder através de ONGs esquerdistas – declarou o parlamentar.

*Pleno News

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *