O vídeo em que Mosab Hassan Yousef, filho do xeique Hassan Yousef, um dos cofundadores do Hamas, expõe as táticas e métodos aplicados pelo grupo terrorista, circula nas redes sociais. Mosab, que se converteu ao cristianismo, conta que teve um papel ativo no Hamas e foi motivado por sentimentos de raiva e vingança contra Israel.

Ele relata que chegou a ser preso e interrogado pelo governo israelense durante sua jornada como extremista palestino. Em seu livro “Son of Hamas” (Filho do Hamas), Mosab detalha sua trajetória e como ele saiu da organização após questionar o sofrimento infligido a palestinos e israelenses inocentes.

No vídeo, Mosab destaca a falta de consideração do Hamas pela vida de palestinos, israelenses e americanos. Ele afirma que o Hamas está disposto a morrer por sua ideologia e sua fé religiosa, além de apontar que o objetivo final do grupo não é apenas a destruição do Estado de Israel, mas a construção de um estado islâmico em todas as civilizações.

O testemunho de Mosab Hassan Yousef oferece insights valiosos sobre as dinâmicas internas do Hamas e suas motivações, além de ressaltar a complexidade do conflito israelense-palestino. É importante ressaltar que as opiniões e experiências de Mosab são pessoais e não representam necessariamente as visões de todos os membros do Hamas ou de todos os palestinos.

Assista:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies