Deputado defende sexo biológico e causa tumulto na Câmara

Uma sessão da Comissão de Previdência, Assistência Social, Infância e Família da Câmara dos Deputados foi pausada por cinco minutos devido a uma grande confusão relacionada a um projeto de lei que busca proibir o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. O PL 5167/09 estava em pauta para votação na comissão, mas houve tumulto e acordos que resultaram na suspensão da decisão sobre o texto.

Durante a confusão, o deputado federal Sargento Isidório (Avante-BA) fez comentários polêmicos ao defender a ideia de que o sexo é determinado pelo órgão genital com o qual uma pessoa nasce. Ele chamou as pessoas trans de “fantasiadas” e fez afirmações sobre a anatomia sexual de homens e mulheres, gerando aplausos de alguns presentes e vaias de outros.

A deputada Erika Hilton (PSOL-SP), que é uma mulher trans, criticou o colega e o acusou de cometer transfobia. Diante da confusão causada, a sessão foi suspensa e, após alguns minutos, foi retomada. Os deputados concordaram em realizar uma audiência pública para debater o assunto com representantes da sociedade civil.

Bruno Rigacci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies