Filipe Barros expõe Eliziane por combinar perguntas com GDias

Nesta terça-feira (12), o deputado federal Filipe Barros (PL-PR) trouxe à tona uma conversa que sugere que a senadora Eliziane Gama (PSB-MA) teria coordenado as perguntas que faria ao ex-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Gonçalves Dias, durante sua participação na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do 8 de janeiro.

Gonçalves Dias prestou depoimento à CPMI no dia 31 de agosto. De acordo com o documento acessado pelo deputado paranaense, as perguntas feitas por Eliziane, que é relatora da CPMI, teriam sido compartilhadas previamente com o ex-GSI.

Segundo Barros, o chefe de gabinete da senadora, Erlando, que trabalha com ela desde 2019, teria se reunido com Gabriel Dias, filho de GDias, para intermediar o envio das perguntas. Isso permitiria que o ex-chefe do GSI pudesse preparar suas respostas em conjunto com seu advogado antes do depoimento.

A troca de mensagens entre pai e filho, bem como o conteúdo do documento e as perguntas feitas pela senadora no dia do depoimento, foram apresentados durante a sessão da CPMI desta terça-feira. Essa revelação levanta questões sobre a transparência e a independência das investigações realizadas pela comissão parlamentar.

Bruno Rigacci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies