O presidente Lula (PT) e o ministro da Defesa, José Múcio, tiveram uma reunião nesta segunda-feira (16), no Palácio do Planalto, em Brasília. O encontro ocorreu fora da agenda oficial do presidente e horas antes do petista dispensar aproximadamente 40 militares alocados no Gabinete de Segurança Institucional (GSI), nesta terça-feira (17).

O governo Lula e as Forças Armadas estão em notório desalinho em razão da desconfiança do petista para com os militares, que tem forte ligação com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), capitão da reserva do Exército brasileiro.

Durante um café-da-manhã com jornalistas, na última semana, Lula deu a entender que os manifestantes que furaram a barreira das forças de segurança e adentraram aos prédios dos Três Poderes, em Brasília, tiveram a conivência das Forças Armadas.

Uma nova reunião entre Múcio e Lula deve ocorrer até a próxima sexta-feira (20) a fim de tratar, também, sobre investimentos nas Forças Armadas, que, segundo o ministro da Defesa, foi a razão desse encontro fora da agenda, promovido por Lula com Múcio e os comandantes da Aeronáutica, Marinha e Exército nesta terça-feira (17).

Fonte: Pleno News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies