Randolfe desafia Moraes e induz militância a insistir em fake

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) incentivou a militância a continuar compartilhando o corte de vídeo em que o presidente Jair Bolsonaro (PL) relata um episódio com meninas venezuelanas em 2020. A atitude desafia o ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que proibiu a exploração do material por parte da campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)

– “Pintou um clima”… Aquela cena não pode desaparecer das redes – disse Randolfe, durante um encontro online com apoiadores de Lula.

E continuou:

– Nós temos que reiterar, voltar a insistir nesse tema. Por conta disso, nós interpusemos uma petição no Supremo Tribunal Federal sobre Jair Bolsonaro. Esse tema tem de continuar repercutindo, porque foi diagnosticado como ponto falho deles – completou o parlamentar.

Vale lembrar que na decisão de Moraes foi estipulada multa de R$ 100 mil por cada eventual descumprimento da determinação, despachada no último domingo (16).

A restrição vale para publicações nas redes sociais e para propagandas no rádio e na TV. Moraes também notificou as redes sociais a apagarem publicações sobre o caso em contas ligadas ao petista e a seus apoiadores.

Fonte: Pleno News

Bruno Rigacci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site! ACEPTAR
Aviso de cookies